Monthly Archives: Março 2013

Grécia antiga: Turismo pelas principais ruínas

Adorei o Blog…tem dicas incríveis…segue mais uma…sonho de consumo!!!
Foto Destaque: AndrMoel/Flickr Apesar das inúmeras belezas das cidades da Grécia, o país também é muito procurado pelos turistas devido a sua história e templos construídos em homenagem aos Deuses...

Foto Destaque: AndrMoel/Flickr

Apesar das inúmeras belezas das cidades da Grécia, o país também é muito procurado pelos turistas devido a sua história e templos construídos em homenagem aos Deuses Gregos. Para os amantes da mitologia grega, separamos algumas ruínas que devem constar no seu álbum de viagens a este país cercado de mitos.

Partenon, o templo de Atena

Construído em 437 a.C., na Acrópole de Atena, o Partenon foi  templo da deusa Atena, a deusa da guerra, da civilização, da sabedoria, da estratégia, das artes, da justiça e da habilidade. A construção fica localizada na capital grega que leva o nome da deusa . Segundo a mitologia grega, Atena é filha de Zeus com a deusa Métis. Atenas é até hoje uma das divindades mais populares da Grécia.

Entre os diversos templos gregos, o Partenon é considerado um dos maiores monumentos culturais da história da humanidade, e apesar de ter sofrido diversos danos com o tempo e ataques, como o dos venezianos em 1687, se mantêm de pé.  Um processo de restauração finalizado em 2004 renovou a fachada do templo e a principal estatua de Atena localizada no salão leste.

Anúncios

Floripa – Praia do Campeche

Brasil e suas maravilhas praianas! 🙂

Com três quilômetros e meio de extensão, a praia do Campeche fica entre a Joaquina e o Morro das Pedras, sem no entanto haver marcos geográficos nestas divisas. A faixa de areia branca e fina é larga, às vezes com formação de dunas. O mar grosso tem águas frias e de salinidade elevada. As ondas são fortes e as direitas com ondulação sul são muito esperadas pelos surfistas.

A princípio, as praias da Joaquina, do Campeche e do Morro das Pedras tinham um só nome: praia do Mandu. Foi em 1860 que a orla em frente à Ilha do Campeche passou a ser conhecida pelo mesmo nome da ilha.

Existem duas versões para o nome Campeche. A primeira, mais elegante, remete a um visitante ilustre e freqüente da região, o escritor e aviador francês Antoine de Saint-Exupéry. Durante a década de 20 o correio aéreo francês Sociêté Latécoère instalou no Campeche um campo de pouso que era utilizado para o reabastecimento dos vôos entre Paris e Buenos Aires. O comandande da rota, Saint-Exupéry, aproveitava para descansar e fez amizade com os moradores da região. A lenda que ficou é que o nome Campeche provém do apelido francês que o visitante deu ao lugar: Campo de Pesca, ou seja, Champ et Pêche.

Leia mais…

Angus Macgyver – Best Twitter ever

Se você era fã nos anos 80 vai amar esse perfil haha Choro de rir toda vez que leio. Vale muito a pena curtir, seguir e enfim!

@DicasDoMacgyver

Olha só os comentários:

“Não tire fotos suas em frente ao espelho. Lembre-se que todo o ambiente será retratado, o que pode identificar sua localização.”

Observe se em alguma ala, de qualquer escola, há alguém que não samba bem. É muito provável que seja um agente estrangeiro infiltrado.”
“Ao se encontrar com alguém a negócios, marque em local público, com piscina, e negocie dentro dela, eliminando o risco de escutas”
Muuuuito Bom!
Várias dicas massa!

 

 

Kelts School - Idiomas e Intercâmbio

aulas de inglês, aulas de inglês particular, aulas de inglês via skype, professora de inglês, aula de inglês corporativa, business english, aulas de inglês no morumbi, aulas de inglês na mooca

Lotjina

----------- l'olandesina ----------------

Viaje com Pam Pam

USA, Navio e agora Londres! Entra nessa e viaje com Pam Pam!!!

Fabricio Zillig

Webstandards, Programação, Lógica e algumas coisas mais

Nossocorretor

REDE IMOBILIÁRIA - (91) 8213-6173 (91) 8739-5028

Hywel's Big Log

If not the biggest, definitely the worst

UKstudy Brasil Blog

Ajuda grátis para intercambio no exterior

ZHP

blog//portfolio • Henrique Pimentel

Cerveja com Ogros

www.cervejacomogros.com.br

Oficina da Crônica

O curso tem como proposta metodológica a produção de crônicas em todas as aulas a partir do estudo linguístico e histórico do gênero. Os alunos terão contato com os principais autores brasileiros desde o século XIX e estudarão os diversos estilos, além das técnicas específicas. Faremos análise de ritmo, sonoridade, uso de metáforas, clichês, construção de personagem, revisão de fair diver e outras características desse tipo de narrativa.

Ohm The Road

Documentário. Road Movie. India, Himalaya, Nepal.

ATELIER c157

- ART & PHOTOGRAPHY -

Lesfar Inmors, ORKUT!

Just another WordPress.com weblog

Fabricio dos Santos Weblog

Portifólio Online - Acadêmico / Profissional - Weblog

Sol da Meia Noite

Just another WordPress.com weblog

Bathoryland Music Store

Just another WordPress.com weblog

Vampireland

Just another WordPress.com weblog

English For Us - By Márcia Barbosa

Just another WordPress.com weblog

Blog da Bella

Just another WordPress.com weblog

%d bloggers like this: